quarta-feira, agosto 31, 2005

Será que ninguém sabe???

Ninguém sabe que coisa quer.
Ninguém conhece que alma tem,
nem o que é mal nem o que é bem.
(Que ância distante perto chora?)
Tudo é incerto e derradeiro.
Tudo é disperso, nada é inteiro.
.
(Fernando Pessoa, in Mensagem - Nevoeiro)
(Poema completo)