quarta-feira, outubro 12, 2005

...

Mais uma daquelas histórias que nos fazem pensar... E muito! (Enviam-me estas coisas para o mail e dá nisto... O blog fica lamechas, isto porque sou uma romantica incurável!)

Um casal de namorados estava indo para praia, desciam a serra numa moto em alta velocidade...
Rapariga: - Devagar! Tou com medo...
Rapaz: - Não! É divertido!
Rapariga: - Não é não! Por favor, tás-m a assustar!
Rapaz: -...... (silêncio)... Então dizes que me amas?
Rapariga: - Eu Amo-te!
Rapaz: - Agora abraça-me bem forte!
E a Rapariga o abraçou...
Rapaz: - Podes-me tirar o meu capacete e colocar em ti? Tá me a incomodar, quero sentir o vento no meu rosto...
E a Rapariga colocou o capacete.
No jornal do dia seguinte havia a seguinte notícia: "Uma moto bateu na serra devido à aparente perda de travões ou problemas no motor, um dos jovens não possuía capacete e morreu na hora, o outro está hospitalizado, mas passa bem".
A verdade é que descendo a estrada, o rapaz percebeu que os travões haviam falhado, e em seguida não funcionava mais, a queda era eminente, mas ele não queria que a rapariga soubesse e se desesperasse. Ao invés disso ele fez com que ela dissesse que o amava e sentiu seu abraço uma última vez, e a fez colocar o seu capacete para que ela pudesse viver, mesmo sabendo que por causa disso ele iria morrer...
Felizes os que conseguem amar com essa intensidade.